Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

Débora Rodrigues atua na sexta-feira, dia 03 de outubro, nos Estados Unidos, onde realiza três espetáculos no Estado da Califórnia.

Na sexta-feira, a fadista, que em breve editará um novo álbum com temas inéditos, atua no auditório da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Turlock, na costa californiana.

No dia 10 de outubro, Débora Rodrigues apresenta-se no Old City Hall, Gilroy, no mesmo Estado, e, no dia seguinte, no Women's Club House, em Palo Alto, numa iniciativa da Carole Stinson Literacy Foundation.

A fadista realiza ainda outros dois espetáculos, mas "de caráter privado", adiantou a sua promotora.

Nesta digressão aos Estados Unidos, a fadista é acompanhada por Chico Ávila, na guitarra portuguesa, Manuel Escobar, na viola, e João Cardadeiro, na viola baixo.

Natural de Porto Santo, Debora Rodrigues fez parte, aos 11 anos, do grupo Onda Choc. Terminada esta experiência, participou em diferentes concursos de fado, nos quais arrecadou vários primeiros lugares.

Aos 15 anos, estreou-se profissionalmente na casa de fados Grand´Tasca, em Lisboa, cujo elenco integrava, entre outros, Paulo Bragança, e, mais tarde, a casa típica Senhor Vinho, de José Luís Gordo e Maria da Fé, seguindo-se A Parreirinha de Alfama, de Argentina Santos, Café Luso e Arcadas do Faia, em Lisboa.

Editou o álbum de estreia em 2000, no qual, ao lado de fados tradicionais, gravou composições originais de Tó Moliças e Marino de Freitas.

Este CD “abriu-lhe os palcos internacionais” tendo atuado no Canadá, Alemanha, França, Luxemburgo, Suíça, Roménia, Espanha e Bélgica, segundo a sua promotora.

Em 2011 Débora Rodrigues participou com o tema “Lua Carmim”, um poema de sua autoria, musicado por Fernando Silva, no livro/CD “Portugal - 200 anos de Fado”.

No ano seguinte gravou dois poemas de Fernando Pessoa, musicados por Samuel Lopes para a obra “Os Mensageiros - Antologia de Fernando Pessoa”, em que participaram, entre outros, Dulce Pontes, Camané, Mariza e Ana Laíns.

Foto: Samuel Lopes/FMS

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

O concerto comemorativo dos 40 anos de carreira da fadista Cremilde realiza-se no domingo, dia 05 de outubro, às 17:00 no TEMPO-Teatro Municipal de Portimão. No espetáculo, segundo a autarquia, a fadista é acompanhada à guitarra portuguesa por Valentim Filipe, à guitarra clássica por Tiago Valentim, ao acordeão, saxofone, clarinete e piano por Paulo Ribeiro, no contrabaixo por Bruno Vítor e ainda pela Orquestra de Sopros do Algarve, e conta com a participação da fadista Inês Graça. “Detentora de uma potente voz e guardiã de uma linguagem tradicional, sem nunca ter deixado de estabelecer pontes com a inovação, a fadista Cremilde nasceu a 14 de maio de 1959 em Alvor, tendo cedo trilhado uma carreira musical”, indica a câmara de Portimão. Este é “um concerto de consagração, onde fará uma retrospetiva da sua carreira, desde os seus primórdios, como vocalista em grupos de baile até aos dias de hoje”, sendo o primeiro de “uma série de concertos comemorativos da efeméride” daquela que é “a mais conceituada fadista do Algarve”, acrescenta a nota.

Foto: CMP/FMS

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 9/9



Bem-vindo


Parcerias


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Visitas

Flag Counter